Quero Sal…

…em tudo, um pouco!

No MacDonalds encontrei meu Valentines Day 19 de fevereiro de 2011

Filed under: EUA,Vida — ... @ 23:35

Humor do dia: Feliz de ver o sol. Censura: Pessoas sem sentimentos.

Domingo, dia 13 de fevereiro, estava triste porque não ganharia nenhum presente de Valentines Day (14 de fevereiro). Costumava ficar chateada nos Dias dos Namorados no Brasil, mas na verdade nunca dei grande importância para esse dia. Sempre gostei de ter “namorados”, ficantes ou qualquer coisa, só nunca gostei de ter nada muito sério, do contrário eu pulava fora do relacionamento, às vezes, sem nenhuma satisfação. Mas estar sozinha em um país, sem família, com poucos amigos, fez-me pensar melhor e ficar mais depressiva em pensar em ter um Valentines vazio.

Assim sai do meu regime, perdi dois quilos em uma semana, mas domingo estava triste e precisava do MacDonalds. Costumo fazer compras no supermercado AeP perto de casa, às vezes no caixa uma mulher de setenta e poucos anos me atende. Sempre de unhas e blusas vermelhas e óculos. Simpática, ajuda a todos e conversa bastante. Da última vez  fiquei irritada com ela, pois estava contando os segundos (como todos em New Jersey)  e ela queria ajudar uma mulher a colocar tudo na sacola (não existe empacotador nos EUA).

Lembro ter ficado brava e ter sido estúpida com ela. Não tem jeito, uma vez viver em New Jersey ficamos ignorantes em alguns momentos. Quando entrei no MacDonalds ao lado do AeP, encontrei ela lá na mesa do canto. Pela roupa e pelo ar de cansada certamente acabara de sair do trabalho. Estava bebendo café gelado com um senhor, empregado também do AeP.  

Estavam em um dating (encontro). Um rapaz ao sair do estabelecimento até brincou com eles. Ao mesmo tempo entrei na fila e a música country tomava conta do ar. Olhavam-se perfeitamente, naquele momento disse a mim mesma “Ganhei meu Valentines Day”. Às vezes, procuro uma perfeição que não existe e lá estava a prova que não importa a idade, a aparência, nem nada. Sempre soube disso, sempre pensei nisso, mas precisei estar morando fora do meu país para sentir de verdade o significado do Valentines Day ou do Dia dos Namorados.

Parada alí, pensei em todos os corações partidos por meu erro e em quantas vezes tive meu coração partido. O que é amor afinal? Algumas vezes só acreditamos gostar de alguém por capricho ou para aumentar o ego. Muitas vezes, pessoas desistem de casamento por não ter paciência ou não saber tentar. Nos Estados Unidos todos dizem I Love You (Eu te amo) para todos, até para alguém que acaba-se de conhecer. Será o amor tão fácil de expressar?

Tenho certeza, nunca soube expressar amor e o meu único verdadeiro até hoje, foi e é pela minha família. Até hoje não expressei-me por eles. Até quando esperar? Quem já expressou todo o amor pela família, por favor, me ensine. Até mesmo por muitos amigos, queridos, amigos de verdade, não colegas.

Valentines Day

Na segunda-feira ganhei flores de Valentines no meu trabalho. Fiquei feliz, amor não é só pelo sexo oposto afinal, pode ser espiritual, ou por afinidade. No Brasil o Dia dos Namorados é só para os casais. Nos Estados Unidos o Valentines vale para mãe e filha, filho e pai, sobrinhos, netos e avós, namorados e assim por diante. Logo eles, tão frios, vai entender. Bom, não adianta sou romântica, no sentindo de colocar flores em tudo que vejo e penso…Happy Valentines Day!

 Uma música country para essa semana dos corações, flores e chocolate.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s