Quero Sal…

…em tudo, um pouco!

The New England Holocaust Memorial 11 de março de 2011

Filed under: EUA — ... @ 23:35

Humor do dia: Comi muito brownie. Censura: nenhuma

OBS – Com meu computador de volta. Eu mesma arrumei

Fico chateada quando as pessoas viajam e não gostam de aprender nada sobre o local. Gosto de entender a arquitetura,  história, ir aos museus, ler e aproveitar o aprendizado cultural. Claro que não sou tão quadrada, gosto também de ir nas baladas, bares e restaurantes, e have fun também. Infelizmente nem todas as pessoas são assim…Mas não posso brigar por isso, a decisão tomada é: sempre ir sozinha quando quero aprender. Conheci Boston (MA) recentemente, mas infelizmente vários pontos interessantes perdi de visitar.

Há muitos judeus nos Estados Unidos, principalmente na costa leste. Diariamente minha vida é cruzada por eles. No trabalho, na faculdade e em todos lugares que visito. Em Miami (Florida) havia uma homenagem os judeus feita de conchas do mar. Em Boston existe o The New England Holocaust Memorial, uma reflexão aos acontecimentos dos campos de concentração durante o perseguição dos judeus na Alemanha, por volta de 1940 (não tenho certeza das datas, mas o auge foi em 1942). Seis torres de seis pés de altura, cada uma com o nome dos principais campos e todas somam seis milhões de números, cada um representando uma morte.

A noite as torres são iluminadas por luzes levemente verdes. Todo momento um vapor sai de dentro das torres. Interpreto como sendo os gazes usados para matar os judeus. Acho que o Memorial faz-se único em Massaschusetts, principalmente no inverno quando as árvorese sem folhas, dias escuros e neve provocam uma sensação melancólica.

No final das torres é possível encontrar um monolito com as dizeres:

They came first for the Communists, (Eles vieram primeiro para os comunistas)
and I didn’t speak up because I wasn’t a Communist. (e eu não protestei porque eu não era um comunista)
Then they came for the Jews, (Então eles vieram atrás dos judeus)
and I didn’t speak up because I wasn’t a Jew. (e eu não protestei porque não era judeu)
Then they came for the trade unionists, (então eles vieram atrás dos dos sindicalistas).
and I didn’t speak up because I wasn’t a trade unionist. (e eu não protestei porque não era um sindicalista)
Then they came for the Catholics, (então eles vieram atrás dos católicos)
and I didn’t speak up because I was a Protestant. (E eu não protestei porque eu era Protestante)
Then they came for me, (Então, eles vieram atrás de mim)
and by that time no one was left to speak up.  (Nesse momento, ninguém mais podia protestar)

—Martin Niemoeller

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s