Quero Sal…

…em tudo, um pouco!

Imigração e Alfândega no aeroporto de Narita 11 de dezembro de 2015

Filed under: Sem categoria — ... @ 23:35

 

As poucas vezes em que fui para os Estados Unidos, fiquei com muito medo da imigração e alfândega. Já havia visto pessoas chorando, indo para salinha de investigação e até voltando para casa. O processo no aeroporto da terrinha americana é bem diferente de outros países, até do Japão que também é um país de primeiro mundo.

Ao chegar no aeroporto de Narita (Tóquio – Japão), uma funcionária falando em inglês/japonês viu meu passaporte e me colocou na fila B da agente da imigração. Não falo nada de Nihongo (japonês) então a atendente da fila B mando-me pegar outra fila.

Aquela mesma funcionária falando em inglês/japonês me deu um papel e pediu para eu sentar. Em questão de 20 segundos mandou eu pegar uma outra fila. Novamente, tudo errado! Este outro agente não sabia também falar inglês e perguntava algo. No final, chamei um brasileiro que conheci no avião. Ele traduziu e a única pergunta feita foi: “Quem é japonês, seu pai ou sua mãe?”.

No aeroporto dos Estados Unidos perguntam muitas coisas, por exemplo, quanto de dinheiro você está levando, passagens de ida e de volta, endereço de estádia, conhecidos, o que faz no Brasil, o motivo pela viagem, só falta perguntarem a cor da sua roupa de baixo.

No Japão foi bem simples. Agora, basta saber se para cada pessoa é diferente. No avião preenchi o formulário de alfândega e de imigração. Nada de especial: nome, nascimento, profissão, algo a declarar e endereço.

Após isso, busquei a minha mala que seria passada por scanner, mas não passou. Apenas malas suspeitas é que são abertas ali mesmo, na frente da galera.

Para mim não houve nenhum problema e a imigração japonesa foi bem simples. Na verdade, bem bagunçado também, já que não sabiam para que fila eu deveria entrar…mas japoneses são bem atrapalhados mesmo.

Anúncios
 

One Response to “Imigração e Alfândega no aeroporto de Narita”

  1. Narita, tanto na chegada quanto na saída, foi a imigração mais rápida e vazia que já enfrentei. Pouquíssimas pessoas e pouquíssimo tempo de espera. Olharam o passaporte, tiraram as digitais e colaram um selinho ao invés de carimbo. Show!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s